Isso aqui é uma igreja respeitem” diz Feliciano ao prender manifestantes durante culto da Assembleia de Deus.

O culto de celebração dos 85 anos da Assembleia de Deus na orla de Santarém, Pará, acabou em confusão e prisões. O inusitado da situação Sans titrefoi que a ordem de prisão partiu do pregador, no caso pastor evangélico e deputado Marcos Feliciano, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Deputados.

Manifestantes que protestavam contra a presença dele na cidade durante culto realizado ontem (30), com bandeiras e gritos palavras de ordem contra o deputado e a favor da causa gay.

Um manifesto organizado pelo Grupo Homoafetivo de Santarém – GHS, pelo coletivo Rosas de Liberdade e pela União dos Estudantes Secundaristas de Santarém.

Durante as manifestações que pedia  a renúncia do pastor Marco Feliciano , o pastor, que pregava no momento, interrompeu o culto e pediu que eles fossem retirados do local pela Polícia Militar, avisando que já havia prendidos outros por perturbação. ” Isso aqui não é casa da mãe Joana, isso aqui é uma igreja respeitem,” falou Marcos Feliciano durante as manifestações.

Assista o Vídeo abaixo

Deixe uma resposta