Record demite bispo após queda vertiginosa da audiência

novo-logo-da-record-2012A Record definiu no fim de semana a saída do bispo Honorilton Gonçalves do posto de executivo número um da emissora. Marcelo Silva, que dirigia o RecNov e acabara de ser nomeado como presidente da Record Rio, vai para o seu lugar. Informou Lauro Jardim em sua coluna no site da Veja.

Gonçalves, era o vice-presidente Artístico e de Programação. Na prática, porém, era o número 1 da rede do bispo Edir Macedo. Era Gonçalves, como era chamado na Record, quem fazia chover e trovoar na emissora, afirma Lauro Jardim. Alexandre Raposo, formalmente o presidente, sempre mandou menos do que o seu vice.

A troca de comando na Record acontece após meses de rumores e pelo menos dois anos de ibope cadente.

Os ambiciosos planos do bispo Edir Macedo para tomar a liderança da Globo já há pelo menos dois anos viraram um constrangimento nos corredores da Record, que passou a disputar de fato a vice-liderança com o SBT.

Em alguns meses batia a emissora de SS; em outros era derrotada. Seu slogan, “a caminho da liderança”, ficou sem sentido sob Gonçalves, um bispo que entendia tanto de TV quanto Neymar de física quântica.

Em resumo, com Ibope em baixa e vermelho no caixa, sua queda era uma questão de tempo. Macedo demorou, mas degolou Gonçalves.

Fabiano Freitas, que comandava a emissora em Minas Gerais, assumirá a operação da Record Rio.

Fonte: Verdade Gospel.

Deixe uma resposta