Procon-RJ registra reclamações sobre falta d`água em Bangu e Marechal Hermes

IMG-20140113-00443 (1)

Foto / Divulgação

A Secretaria de Estado de Proteção e Defesa do Consumidor (Seprocon) iniciou nesta segunda-feira (13/01) a Operação Vidas Secas. Uma equipe de fiscais do Procon-RJ esteve em Bangu, na zona Oeste e em Marechal Hermes, na zona Norte, em uma unidade móvel do órgão para ouvir consumidores, sobre a falta d´água da Cedae. Em Bangu foram registradas 22 reclamações de moradores da Rua Engenheira Paula Lopes e da Comunidade 48. Segundo os consumidores, há três dias falta água na região. Em Marechal Hermes, na Rua Xavier Curado, apesar do retorno da água na última quarta-feira (8), os moradores disseram que estavam com as torneiras secas há sete meses.

 Em Marechal Hermes, devido ao logo período de seca, vários moradores compraram bombas de sucção, já que a força da água não era suficiente para chegar às casas. Eles, precisavam, porém, se revezar no uso delas. Se mais de uma bomba fosse ligada ao mesmo tempo, por exemplo, ninguém conseguia água nas torneiras de suas casas. Moradores relataram, inclusive, que construíram um sistema de captação de água da chuva, já que a água que vinha da Cedae não era suficiente para abastecer todas as residências.

As reclamações serão utilizadas pelo Procon-RJ para instaurar um Ato Administrativo contra a Cedae, exigindo que a empresa restabeleça de forma imediata o serviço de distribuição de água em Bangu. Caso isso não ocorra, a Cedae deverá pagar uma multa diária até que o serviço seja normalizado.

Fonte: Proconrj

Deixe uma resposta