“100% Jesus” declaração de fé de Neymar mais uma vez causa polêmica.

Comitê Olímpico Internacional mandará carta para protestar contra faixa de Neymar

Rio de Janeiro- RJ- Brasil- 20/08/2016- Olimpíadas Rio 2016- Futebol Masculino- Final- Brasil e Alemanha, no estádio do Maracanã. Foto: Ricardo Stuckert/ CBF

Rio de Janeiro- RJ- Brasil- 20/08/2016- Olimpíadas Rio 2016- Futebol Masculino- Final- Brasil e Alemanha, no estádio do Maracanã. Foto: Ricardo Stuckert/

Neymar já tinha levantado a sua bandeira  100% Jesus  ao vencer a final da Liga dos Campeões em 2015 . Sua faixa  tinha criado controvérsia a tal ponto que a FIFA a censurou  nas comunicações oficiais  da cerimônia da Bola de Ouro.

Neymar certamente não ficou impressionado com isso,  a vontade de declarar sua fé publicamente  falou mais alto, e  mais uma vez  mostrou para  com orgulho para varias nações durante  apresentação da medalha de ouro que ganhou com sua equipe  nos Jogos Olímpicos, a sua famosa faixa  “100% Jesus.”Sem título

O fato que chamou a atenção da imprensa , mais uma vez causou polêmica  , o  Comitê Olímpico Internacional estuda enviar uma carta 14022317_10155695400218504_5588715045008265351_nde reclamação à Missão Brasileira nos Jogos do Rio 2016. O motivo da queixa é a faixa “100% Jesus” usada por Neymar durante a premiação da final do futebol masculino. De acordo com as regras do COI , nenhum sinal político, comercial ou religioso deve fazer parte da cerimônia de medalhas nos Jogos Olímpicos.

O atleta tem  várias tatuagens com imagens e frases cristãs, e costuma demonstrar  sua fé nas redes sociais. Após a conquista do ouro no sábado (20), Neymar  postou uma foto ajoelhado apontando para o céus e com a frase :  “A ti [Deus] toda honra e toda glória”.

Neymar sempre declarou abertamente sua fé, o uso da faixa “100% Jesus” faz parte da vida do atleta desde a infância ,  em 2013 disse:

“Deus sempre me ajudou, tudo o que tenho é ele que deu para mim. Agradeço todos os dias. Eu não tenho muito tempo para ir à igreja agora. Sempre que posso, eu vou para a igreja Batista, que   frequento desde a minha infância”. 

 

Deixe uma resposta