Indonésia: muçulmanos convertidos tornam-se defensores dos cristãos perseguidos

Um pastor Batista de Jacarta disse ao Christian Post  em uma entrevista  que o seu ministério  tem  ajudado aos cristãos perseguidos na Indonésia e que o crescimento de muçulmanos convertidos ao evangelho tem crescido constantemente  . “Eu comecei a procurar o Senhor e aceitei Jesus Cristo como meu Salvador”, disse ele.

Kongkin é um ex-muçulmano, convertido pela mensagem do evangelho. Ele decidiu agora ser a voz daqueles que sofrem na Indonésia. relatou que sua família muçulmana “pensou que eu estava louco”  que a sua conversão ao cristianismo era “algo do seu espírito rebelde”, e que eles  esperavam que ele iria voltar ao islamismo, eventualmente, eles perceberam  que ele estava comprometido com sua nova fé.

Indonésia, 43º da Classificação da Perseguição Religiosa, é o país com a maior população muçulmana do mundo, mas reconhece seis religiões por lei: islamismo, catolicismo, protestantismo, budismo, hinduísmo e confucionismo.

“O número está crescendo cada vez mais em diferentes partes da Indonésia. Há um crescimento constante. […] Eu acho que muitos muçulmanos perceberam que o Islã é uma religião  falsa. Eles vêem as bombas, ataques terroristas feitas em nome do Islã. Eles se perguntam: ‘É isso, é isso realmente o que eu quero?’ Eles percebem que deve haver uma maneira melhor, e lá encontraram Cristo. ” Relatou.

 

 

 

 

Deixe uma resposta