Vivendo em gratidão

Elizete Malafaia é pastora, psicóloga, terapeuta de família e coordenadora do Grupo de Terapeutas Cristãos

Todo ser humano gosta de receber agradecimentos ou elogios. Essas atitudes nos motivam a sermos pessoas melhores e a nos esforçarmos para fazer o melhor em prol do nosso próximo.

Quem não gosta de receber elogios das pessoas de sua convivência, como cônjuge, filhos, irmãos, parentes, colegas de trabalho? Isso nos torna espiritual, emocional e fisicamente saudáveis, e aumenta a nossa autoestima.

Deus também gosta de receber elogios e de ouvir palavras de gratidão de nossa parte. Ele se agrada e fica feliz quando reconhecemos o Seu cuidado e o Seu amor diário para conosco.

Aprendemos com homens e mulheres da Bíblia o valor da gratidão e do elogio para Deus. Abraão, Noé, Davi, Paulo, Maria de Betânia, Maria, a mãe de Jesus, e outros, entenderam o valor da gratidão, do elogio, do louvor e da adoração a Deus.

Noé, após sobreviver ao dilúvio, expressou sua gratidão oferecendo sacrifício a Deus (Gênesis 8.20). Davi, no Salmo 116.17, declara: Eu te darei uma oferta de gratidão e a ti farei as minhas orações (NTLH).

Hoje, não precisamos sacrificar animais para sermos agradecidos a Deus pelo que Ele tem feito por nós. Demonstramos nosso sacrifício em gratidão a Deus por tudo o que somos, temos e fazemos quando oferecemos nossa vida, vontade, adoração e nosso louvor a Jesus Cristo; e quando reconhecemos o Seu amor e sacrifício na cruz do Calvário por nós.

Nossa gratidão a Deus deve ser diária por meio de toda nossa rendição à Sua vontade. Como o apóstolo Paulo declarou: E sejam agradecidos a Deus em todas as ocasiões. Isso é o que Deus quer de vocês por estarem unidos com Cristo Jesus (1 Tessalonicenses 5.18).

Senhor nosso e nosso Deus! Tu és digno de receber glória, honra e poder, pois criaste todas as coisas; por tua vontade elas foram criadas e existem (Apocalipse 4.11 NTLH).

Abra os seus lábios agora e agradeça a Deus por tudo o que Ele tem feito e ainda fará por você!

Um grande abraço. Deus o abençoe!

Deixe uma resposta