Primeira-dama Sylvia Jane Crivella visita abrigo para moradores de rua e dependentes químicos

Lúcia Martins e Lívia Braga, o vice-presidente Nélson Lopes, a presidente Elci Zerma, o enfermeiro Wanderson Macedo, a técnica em dependência química, Rosângela Melo, a artesã Maria do Socorro de Jesus, a psicóloga Andréa – Fotos / Cadu Ferreira

A primeira-dama do município do Rio de Janeiro e coordenadora da Obra Social “Abrace o Rio”, Sylvia Jane Crivella, visitou na tarde desta sexta-feira, dia 02/02, a Associação Solidários Amigos de Betânia – ASAB, que funciona há 17 anos no bairro da Freguesia, em Jacarepaguá,  Zona Oeste do Rio. A  instituição acolhe 50 homens em situação de rua e dependência química, com idades entre 18 e 59 anos.

Durante a visita, a primeira-dama  falou da sua satisfação em estar ali e conversou com os  abrigados, incentivando-os  a retomarem suas vidas com dignidade:

– Vejo no brilho de seus olhos uma vontade de vencer.  Vocês devem perseverar  na busca da ressocialização e da inclusão. Tenham coragem e fé que irão conseguir – afirmou.

A Associação Solidários Amigos de Betânia,  presidida pela irmã Elci Zerma, também mantém uma unidade com quarenta homens em Santíssimo, na Zona Oeste da cidade, além de outro abrigo em Jacarepaguá, onde vivem dez pessoas que já conseguiram emprego e, por isso, estão prestes a deixar o local.

O ex-morador de rua, Ivo, de 32 anos,  contou que, mesmo tendo conseguido conquistar a casa própria, procurou a instituição  porque não conseguia se livrar dos vícios. Ele disse que hoje se sente outra pessoa:

– Minha vida, minha aparência e minha autoestima mudaram .  Depois do tratamento,  me sinto mais feliz, mais livre e realizado. Agora só falta um emprego – acrescentou.

A organização mantém os moradores de rua por seis meses e  os incentiva a reconquistar a  dignidade e cidadania por meio da recuperação da dependência química,  da reeducação  e da capacitação para o empreendedorismo, do trabalho e da convivência familiar.

O abrigo é mantido por meio da doação de associados, voluntários e igrejas.  A entidade também  mantém um convênio com a prefeitura para o pagamento  dos salários da equipe técnica. Outras informações sobre a instituição podem ser acessadas no site www.betaniasab.org,br.

Deixe uma resposta