Desafios: oportunidades de vitórias!

Elizete Malafaia é pastora, psicóloga, terapeuta de família e coordenadora do Grupo de Terapeutas Cristãos

Os céus e a terra tomo, hoje, por testemunhas contra ti, que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua semente (Deuteronômio 30.19).

Este foi o desafio que Deus fez para o povo de Israel, através da vida de Moisés, antes de entrarem na Terra Prometida: Se vocês forem fiéis, submissos a minha vontade e aos meus mandamentos vocês terão vida abundante, próspera e deixarão um legado abençoado para suas gerações.

O que o Senhor ensina com essas recomendações é que quem pratica a justiça se preocupa com a geração seguinte. O desafio aos israelitas era serem fiéis a Deus e aos Seus mandamentos onde estivessem e não se deixassem levar por nada que os afastassem de Deus. A consequência em não cumprir esse desafio traria maldição sobre suas vidas, deixando um legado para suas gerações.

Querendo ou não, gostando ou não, nossa vida é feita de eternos desafios. Desde o momento em que somos gerados enfrentamos e vencemos desafios. Viver é um eterno desafio. O importante é como os encaramos.

Se bem administrados nos trarão maturidade emocional e intimidade com Deus. A Bíblia nos mostra o exemplo de Jó, que enfrentou seus desafios e no final declarou: Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te veem (Jó 42.5). E os dois espias, Josué e Calebe, diante dos desafios de uma nova terra e de dez homens pessimistas e negativos confiaram nas promessas de Deus, herdaram a terra, apossaram-se das promessas e foram abençoados e prósperos.

Jesus diante de todos os desafios que enfrentou foi vencedor porque entendeu o segredo de se submeter à vontade do Pai. Seu olhar estava sempre voltado para a eternidade. Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo (João 16.33). Jesus não desistiu dos seus desafios, enfrentou-os e foi vitorioso nos deixando um legado de obediência e submissão à vontade de Deus, mostrando maturidade espiritual e emocional diante das adversidades.

Não perca sua confiança em Deus diante dos desafios da vida, pois é o que o nosso inimigo, Satanás, mais usa para nos deixar imaturos, medrosos, pessimistas, influenciando-nos a duvidar do amor, cuidado e da presença de Deus em nossa vida. São desafios que, muitas vezes, parecem impossíveis pra nós.

Nossas emoções são facilmente afetadas e nos desestabilizam. E, assim, diante de alguns desafios agimos sem pensar, sem refletir, até desacreditando dos cuidados de Deus. Agimos mais pelo impulso do que pela fé, e nos precipitamos perdendo grandes oportunidades e jogando outras fora.

Diante dos desafios não descuide de sua alma, seu espírito e de seu caráter, pois se o fizer afetará seu futuro nesta vida e na eternidade!

Imunize sua alma, seu corpo e seu espírito com a Palavra de Deus, a oração e a comunhão com os irmãos. Esteja sempre em obediência aos princípios da Palavra de Deus e você será vitorioso diante de todos os desafios!

Deus nos abençoe!

Que a paz de Cristo inunde todo o nosso ser, e que todo o nosso espírito, a nossa alma e o nosso corpo estejam saudáveis diante de Deus!

 

Deixe uma resposta